Geral

Butantan envia à Anvisa pedido de uso emergencial da Coronavac, diz Doria

Crédito: AFP/Arquivos

(Arquivo) O governador de São Paulo, João Doria, exibe a embalagem da CoronaVac (Crédito: AFP/Arquivos)


O governador João Doria afirmou durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (7) que o Instituto Butantan já fez o pedido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para registro emergencial da Coronavac.

Conforme a Anvisa, na reunião realizada durante a manhã desta quinta-feira (7) a equipe técnica do Instituto Butantan apresentou informações referentes a eficácia e segurança da vacina. No entanto, ainda não houve submissão do pedido de uso emergencial pelo Instituto.

Em nota à ISTOÉ, a Anisa informou que os representantes do Instituto pretendem agendar nova reunião para prosseguir no detalhamento das informações e dados.

“A reunião de pré-submissão é uma estratégia que segue a prática de outras autoridades regulatórias do mundo. Esta reunião é feita antes do envio de pedido formal de qualquer laboratório para dar conhecimento prévio do projeto de vacina e otimizar os direcionamentos técnicos e legais. A análise formal da Anvisa começa a partir da chegada do processo com informações globais sobre a vacina”, diz a nota.

Na entrevista coletiva, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, esclareceu que a reunião é o primeiro passo para o pedido. “A Anvisa recebeu informações e já marcou uma segunda reunião no final do dia de hoje. Esperamos poder formalmente iniciar esse pedido de tramitação após essa reunião no dia de hoje ou no máximo até amanhã”, afirmou.

Doria afirmou ainda que o imunizante apresentou uma taxa de eficácia de 78% na prevenção da Covid-19 nos estudos feitos no Brasil. A vacina teve ainda 100% de prevenção de casos graves e moderados da doença.

A Coronavac  é desenvolvida pelo laboratório Sinovac Biotech, da China, e no Brasil tem coordenação do Instituto Butantan. A previsão do governo de São Paulo é que a vacinação no estado comece no próximo dia 25.

Veja a coletiva na íntegra: