Geral

Butantan cria vacina contra Covid-19 e pedirá início de testes à Anvisa nesta 6ª

Crédito: Reprodução

CORRIDA Instituto Butantan acelera a produção da Coronavac (Crédito: Reprodução)


O Instituto Butantan criou uma vacina própria contra Covid-19 e pedirá autorização já nesta sexta-feira (26) à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para ensaios clínicos com seres humanos. As informações são da Folha.

O imunizante recebeu o nome de Butanvac e é desenvolvido pelo instituto, que lidera um consórcio internacional do qual ele é o principal produtor, com 85% da capacidade total de fornecimento da vacina.

Ainda de acordo com a Folha, o diretor do Butantan, Dimas Covas, disse que é possível encerrar todos os testes da vacina e ter 40 milhões de doses prontas antes do fim do ano. “É uma segunda geração de vacina contra a Covid-19, pode haver uma análise mais rápida”, disse Covas.

O pedido de autorização à Anvisa se refere às fases 1 e 2 de testes, nas quais são valiadas segurança e capacidade de promover resposta imune com 1.800 voluntários. Na fase 3, com até 9 mil pessoas, é estipulada a sua eficácia.

Pelo Twitter, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), gravou um vídeo ao lado de Dimas Covas anunciando uma coletiva de imprensa nesta sexta, às 8h, onde devem fazer o anúncio oficial da Butanvac.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Aprenda a fazer a deliciosa receita de feijoada da cantora Ivete Sangalo
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Receita fácil e rápida de pavê de amendoim para o fim de semana
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago