Esporte

Buscas ao velejador chinês Guo Chuan são suspensas

As equipes de emergência suspenderam as buscas do astro chinês da vela Guo Chuan, desaparecido na altura do Havaí quando tentava bater o recorde da travessia do Pacífico sozinho, anunciou nesta quinta-feira a Guarda Costeira americana.

Os socorristas se dirigiram em um navio da Marinha americana ao “Qingdao China”, um veleiro de 30 metros. Depois de subir a bordo, confirmaram que Guo Chuan não estava no barco, indicou a equipe de terra do navegante na rede social Weibo.

Contactada na terça-feira por membros da equipe de Chuan depois de 24 horas sem notícias do chinês, a Guarda Costeira americana decidiu suspender as buscas após comprovar que ele não estava em sua embarcação.

“Guo Chuan era um navegante profissional e um apaixonado pela vela”, afirma em um comunicado o capitão da Guarda Costeira, Robert Hendrickson, antes de enviar suas condolências à família do atleta, assim como “ao mundo da vela”.

Chuan, de 51 anos, saiu de San Francisco em 18 de outubro com destino a Xangai com o objetivo de bater o recorde da travessia do Pacífico sozinho.

Foi o primeiro chinês a ter completado a volta ao mundo em vela sem escalas, uma aventura finalizada em 2013.

bfc/ehl/pm/ma

WEIBO