Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

A Bulgária venceu neste domingo (8) a prova por equipes da ginástica rítmica dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, superando a Rússia, a grande favorita, que já tinha sido derrotada na véspera na competição individual.

Competindo com a bandeira de seu comitê olímpico, as atletas russas vão voltar para casa com duas medalhas de prata na ginástica rítmica, uma modalidade em que eram hegemônicas.

As búlgaras conseguiram um total de 92.100 pontos após duas rotações, superando as russas (90.700 pontos) e as italianas (87.700 pontos).

Desde 2000 a Rússia vencia as provas por equipes na ginástica rítmica e por isso tem cinco títulos olímpicos consecutivos.

Na prova individual, no sábado, a israelense Linoy Ashram conquistou o ouro sobre a grande favorita, a russa Dina Averina, tornando-se a primeira campeã olímpica não russa na ginástica rítmica desde a ucraniana Ekaterina Serebrianskaya, coroada em 1996.

Depois da competição individual, a equipe russa apresentou várias reclamações, especialmente pelo exercício final de Dina Averina e então, a medalhista de prata criticou os juízes.

“Não tenho a impressão de que o que aconteceu hoje foi justo e estava claro desde o primeiro exercício. Tive uma nota inferior, por isso não posso dizer que tenha sido muito justo”, disse Averina.

./jr/dr/mcd/mvv