ISTOÉ Gente

Bruno Gagliasso lamenta morte de seu cão: “13 anos de amizade”

Crédito: Reprodução/Instagram

Bruno Gagliasso posa ao lado do cachorro Zeca (Crédito: Reprodução/Instagram)

O ator Bruno Gagliasso usou seu Instagram para postar uma homenagem a Zeca, um de seus cães, que tinha 13 anos e morreu nesta sexta-feira, 17.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

“Meu melhor amigo, o Zeca, foi embora, virou anjo… Quantas saudades eu vou sentir meu amigão… Que dor… Muito obrigado por estar ao meu lado tanto tempo. 13 anos de amizade. E agora?”, escreveu.

Em seguida, continuou: “Obrigado por tudo, Zeca, por me acalmar, por todas as alegrias que você me deu, pela compreensão, por ficar ao meu lado esse tempo todo… Te amo!”.

Entre os momentos relembrados por Bruno ao lado do cão estão fotos do cão brincando na água, com travesseiros e ao lado de sua filha, Titi.

Confira o post de Bruno Gagliasso abaixo: 

https://www.instagram.com/p/Bml5LI3H7Ob/?taken-by=brunogagliasso

Veja também

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Após cogitar ficar longe da TV, Edu Guedes estreia na Band e ‘rouba’ horario de Mariana Godoy

+ Uma moto 0km, desde 1977 na caixa, vai a leilão e valor pode chegar a mais de R$ 190mil

+ Kit transforma BMW R nineT em réplica de moto dos anos 1930

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea