Geral

Brumadinho: Vale pagará indenizações de até R$ 250 mil a trabalhador sobrevivente


A Vale pagará indenizações de até R$ 250 mil por danos morais e materiais a trabalhadores sobreviventes e lotados nas minas Córrego do Feijão e Jangada, ambas em Brumadinho (MG), tanto próprios quanto terceirizados. Em nota à imprensa, a mineradora explica que foram homologados na última quarta-feira (22), pela 5ª Vara da Justiça do Trabalho de Betim (MG), acordos com seis sindicatos que representam trabalhadores terceirizados que prestavam serviço.

O maior valor é para os que estavam trabalhando em Córrego do Feijão no momento do rompimento da barragem, e o acordo inclui assistência psicológica e psiquiátrica até janeiro de 2022.

Há ainda pagamento de R$ 80 mil para os trabalhadores lotados, próprios e terceirizados que efetivamente trabalhavam na Mina Córrego do Feijão na data (25/01/19), mas não estavam presentes no momento, e mesmo valor para os que estavam lotados na Mina de Jangada no dia do rompimento.

Aos que estavam lotados nas duas minas mas afastados há mais de 30 dias na data, o valor é de R$ 40 mil.


Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais