Geral

Brumadinho: Vale pagará indenizações de até R$ 250 mil a trabalhador sobrevivente

A Vale pagará indenizações de até R$ 250 mil por danos morais e materiais a trabalhadores sobreviventes e lotados nas minas Córrego do Feijão e Jangada, ambas em Brumadinho (MG), tanto próprios quanto terceirizados. Em nota à imprensa, a mineradora explica que foram homologados na última quarta-feira (22), pela 5ª Vara da Justiça do Trabalho de Betim (MG), acordos com seis sindicatos que representam trabalhadores terceirizados que prestavam serviço.

O maior valor é para os que estavam trabalhando em Córrego do Feijão no momento do rompimento da barragem, e o acordo inclui assistência psicológica e psiquiátrica até janeiro de 2022.

Há ainda pagamento de R$ 80 mil para os trabalhadores lotados, próprios e terceirizados que efetivamente trabalhavam na Mina Córrego do Feijão na data (25/01/19), mas não estavam presentes no momento, e mesmo valor para os que estavam lotados na Mina de Jangada no dia do rompimento.

Aos que estavam lotados nas duas minas mas afastados há mais de 30 dias na data, o valor é de R$ 40 mil.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago