Esportes

Brock garante que Cruzeiro está ‘unido para mudar história’ e agradece Mozart


O Cruzeiro se reapresentou neste sábado e fez o primeiro treino sem a presença do técnico Mozart, que pediu demissão logo depois do empate por 2 a 2 com o Londrina, na sexta-feira, no Mineirão, o nono jogo sem vitória na Série B. Ainda sem definir um substituto, o clima no clube é de mudança, e o zagueiro Eduardo Brock acredita que os jogadores já estão no caminho da evolução, garantindo que todos estão com a mesma mentalidade, “unidos” para tentar livrar o time do drama vivido na competição.

“Todo mundo que está trabalhando aqui quer que as coisas melhorem. O espírito da equipe mostrou que está todo mundo unido e querendo mudar essa história. É só com trabalho e dedicação, com cada um fazendo seu melhor, que vamos mudar essa fase”, disse. “Acreditamos que essa fase mudará, as bolas começarão a entrar, e a gente vai conseguir somar vitórias, que é o que mais necessitamos”, enfatizou o zagueiro.

Ao comentar sobre a saída de Mozart, Brock mostrou gratidão e teceu elogios ao agora ex-treinador cruzeirense. De acordo com o defensor, apesar da sequência de nove jogos sem vitória que culminaram na demissão, o estilo de trabalho do técnico era bem aceito pelo elenco.

“Primeiramente, agradecer ao Mozart por muita coisa boa que ele fez aqui. É um cara muito humilde, um treinador de extrema qualidade, que infelizmente os resultados não foram compatíveis com o trabalho dele, do nosso dia a dia de treinamento”, afirmou. “Com certeza, ele conseguiu trazer muita coisa boa.”

Já no mercado em busca de um novo treinador, o Cruzeiro espera definir rápido a situação, até porque a Série B já está na reta final do primeiro turno. O objetivo da diretoria é fazer o anúncio até o início da semana. “Claro que sempre há uma mudança de espírito com a troca de treinador. Mas o mais importante é o grupo se abraçar, abraçar o próximo treinador, as ideias dele e transformar isso em resultado”, avaliou Brock.

O técnico que for contratado terá uma missão complicada. Sem poder registrar novos atletas por causa de sanções da Fifa, o Cruzeiro ocupa a 17ª colocação da Série B, dentro da zona de rebaixamento, com 13 pontos e apenas duas vitórias em 15 jogos.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio