Esportes

Brasileiros faturam 7 medalhas no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo

Os brasileiros se destacaram no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo, neste sábado. Ao todo, sete atletas nacionais subiram ao pódio no estádio Olímpico Camilo Cano, em La Nucia, na Espanha. Foram quatro pratas e três de bronze, com destaque para o segundo lugar obtido pelo experiente Caio Bonfim, da marcha atlética.

O atleta olímpico obteve seu recorde pessoal nos 10.000 metros: 39min57s59. “Acho que não fazia os 10.000 m desde o Mundial Juvenil de 2010, no Canadá. Fiquei muito feliz com o resultado. Foi uma prova estratégica e perdi para o espanhol, um atleta muito bom”, comentou o brasiliense. A medalha de ouro foi para o local Alvaro Martin, com 39min24s20, novo recorde do campeonato. O pódio foi completado pelo peruano Cesar Rodríguez, com 40min13s10.


O paulista Wellington Fernandes da Cruz Filho levou a prata no lançamento do disco, com 57,09 metros. O saltador brasileiro foi superado somente pelo chileno Lucas Nervi, com 60,58m. Outra prata brasileira foi conquistada por Thiago Moura no salto em altura. Ele registrou 2,26 metros, mesmo resultado obtido pelo mexicano Edgar Alejandro Rivera, que levou a melhor no desempate. O pódio teve outro brasileiro, com Fernando Ferreira levando o bronze (2,21m).

No lançamento do martelo, Mariana Grasiely Marcelino levou a última prata brasileira, com 64,51m, ficando atrás somente da local Laura Redondo – 68,68m. A colombiana Mayra Alexandra Gaviria completou o pódio, com 64,44m.

Na pista, o Brasil levou um bronze no revezamento 4×100 metros masculino, com Gabriel Boza, Felipe Bardi, Erik Barbosa e Lucas Rodrigues. Eles completaram a prova em 39s32. No feminino, o time nacional não completou porque Rosângela sofreu uma lesão – a equipe teve ainda Lorraine Martins, Ketiley Batista e Ana Cláudia Lemos.

Por fim, Tatiane Raquel da Silva faturou o bronze nos 3.000 metros com obstáculos, com 9min42s06, sua melhor marca da temporada. A argentina Belen Casseta levou o ouro, com 9min29s60, recorde do campeonato, seguida pela local Irene Sanchez (9min37s08). A brasileira Simone Ponte Ferraz ficou em quarto, com 9min45s11.

A competição teve início na sexta-feira, quando os brasileiros conquistaram quatro medalhas, sendo uma de ouro, duas de prata e uma de bronze. O ibero-americano será encerrado neste domingo.