Brasil

‘Brasileiro vai julgar seus representantes no ano que vem pelo voto’, diz Lira


Após o Estadão revelar as ameaças feitas pelo ministro da Defesa, Walter Braga Netto, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL)), sobre a não realização das eleições, caso não seja instaurado o chamado “voto auditável”, Lira foi ao Twitter dizer que o brasileiro “vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano”.

Na postagem nas redes sociais, Lira não cita diretamente os fatos revelados pela reportagem. “A despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano. As últimas decisões do governo foram pelo reconhecimento da política e da articulação como único meio de fazer o País avançar”, escreveu o presidente da Câmara.

Como mostrou matéria do Estadão, Lira recebeu, no último dia 8, um duro recado de Braga Netto, por meio de um importante interlocutor político. O general pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso. Ao dar o aviso, o ministro estava acompanhado de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

Veja também
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Viih Tube é elogiada por look transparente com fio-dental após ataque de haters
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Vídeo: Apresentadora é arrastada por cachorro durante programa ao vivo
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio