Geral

Brasileiro quebra recorde mundial ao dar a volta ao mundo em menor tempo

Crédito: Reprodução/Instagram

Anderson Dias, de 27 anos, realizou um grande feito: se tornou o primeiro brasileiro a dar a volta ao mundo e a pessoa a fazer essa viagem em menos tempo.

O digital influencer deu início ao sonho de conhecer os 196 países do mundo sem ter dinheiro suficiente para finalizar a viagem e depois de passar por muitas dificuldades financeiras em Pernambuco, estado onde morava.

Aos 17 anos, o nordestino foi morar em Recife, para estudar turismo na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Porém, ele logo desistiu do curso e começou outro, economia, que também não concluiu. Em paralelo aos estudos, Anderson passou a vender acessórios de celular para se manter na capital pernambucana. Com esse trabalho, ele deu início às suas viagens.

“Quando saí de Caruaru para Recife, vendi capinha de celular nos ônibus para sobreviver. Foi vendendo capinha que consegui juntar uma grana para fazer um intercâmbio. Em três meses, consegui 30 mil reais”, contou ele.

“Quando eu voltei para o Brasil, não consegui emprego, então tive que empreender. Abri uma loja de capinha de celular e comecei a me dar bem, a ganhar uma boa grana, mas eu não estava feliz. Eu tinha me apaixonado por viajar e tinha entendido que não nasci para ficar preso a um negócio ou para criar raízes. Então pensei: ‘caramba, preciso fazer alguma coisa diferente, algo que ninguém fez”, relembrou.

Durante uma pesquisa, Anderson encontrou a história de Cassandra De Pecol, norte-americana que deu a volta ao mundo em 558 dias e teve a ideia de superar a conquista. “Pensei: ‘tá aí, por que não, visitar todos os países do mundo e tentar quebrar esse recorde?’. Vendi minha empresa e o meu carro. Juntei 130 mil reais e, apesar de estimar que a viagem custaria meio milhão, comecei a viagem”, disse. “Fui somente com a cara e a coragem”, afirmou.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

O viajante começou a jornada no dia 27 de maio de 2018, saindo do Aeroporto dos Guararapes, no Recife, e seguindo pela América do Sul. Em seguida, ele foi para América Central, do Norte e Europa. No dia 24 de novembro de 2019, Dias finalizou sua visita aos 196 países do mundo, batendo o novo recorde para esse trajeto: 543 dias.

Anderson também contou que passou por dificuldades na travessia ao redor do mundo. “Por não ter dinheiro suficiente, eu ficava em lugares horríveis, em hotéis ruins, com ratos e baratas. Cheguei a dormir na rua em Barcelona porque não tinha grana para pagar o hotel. Além disso, eu não sabia falar inglês e nem espanhol. Aprendi viajando”, revelou.

Ao fim da aventura, o nordestino falava cinco idiomas: português, espanhol, inglês, francês e russo.

Encerrando sua entrevista a um jornal local de Recife, Dias não conseguiu definir qual país gostou mais em sua travessia. Porém, ele cita alguns lugares que o marcaram. “Tiveram vários lugares que eu gostei bastante: Afeganistão, República Tcheca, Japão, Irã, não dá para escolher o favorito”, finalizou.

Veja também
+ Dublê de 28 anos morre ao tentar recorde com manobra de moto
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago