Istoé em Tóquio

Brasileiro Ítalo Ferreira vence primeira bateria do surfe nos Jogos Olímpicos e avança para oitavas de final

Brasileiro Ítalo Ferreira vence primeira bateria do surfe nos Jogos Olímpicos e avança para oitavas de final

Ítalo conseguiu manobras voadoras mesmo com ondas baixas (Foto: COB/Divulgação)


Ítalo Ferreira, brasileiro que foi campeão mundial de surfe em 2019, estreou na Olimpíada de Tóquio neste sábado (24) e se classificou para as oitavas de final. Ele disputou a 1ª bateria do dia com outros 3 atletas e ficou na 1ª posição. É a primeira vez que o surfe aparece nos Jogos Olímpicos.

+ Pia elogia defesa da Seleção feminina, apesar dos 3 gols sofridos

+ Corredor brasileiro detona atletas por causa de som alto e fica ‘tremendo de raiva’

+ Daiane não vê lado ‘certo’ em caso Arthur Nory e revela que sofreu racismo na seleção

Mesmo em um mar tranquilo e de ondas baixas, Ítalo mostrou um grande repertório de manobras. A soma das duas melhores notas representaram a pontuação final, 13.67.

“Estava muito ansioso antes da bateria, mas depois comecei a pegar onda e me divertir. Treinei muito para estar aqui. É muito especial pra mim”, disse Ítalo, após a disputa, em entrevista para o Sportv.

O japonês Hiroto Ohhara, que ficou em 2º lugar, somou 11.40 e também avançou direto pra próxima fase. Já o italiano Leonardo Fioravanti (9.43) e o argentino Leandro Usuna (8.27) terão que disputar uma repescagem para tentar seguir na disputa.

A competição do surfe em Tóquio terá mais 4 baterias com 4 atletas. Em todas só os 2 primeiros vão se classificar diretamente.

O 3º e o 4º colocado em cada bateria vão disputar uma repescagem, que terá duas baterias com 5 surfistas. Os 3 melhores de cada bateria voltarão pra disputa, formando assim 16 atletas nas oitavas de final.

Gabriel Medina, o outro representante brasileiro no surfe masculino, ainda vai competir neste sábado. Ele está na 5ª bateria do dia.

Outras baterias

Na segunda bateria, mais um japonês se classificou diretamente para as oitavas de final. Kanoa Igarashi liderou a disputa, com 12.77. Miguel Tudela, do Peru, avançou em segundo, com 10.67. Já o neozelandês Billy Stairmand (9.97) e o francês Jeremy Flores (7.63) terão que disputar a repescagem.

Na terceira bateria, o peruano Lucca Mesinas (11.40) e o americano Kolohe Andino (10.27) se classificaram. O indonésio Rio Waida (9.96) e o australiano Julian Wilson (7.50) terão que disputar a repescagem.



Na quarta bateria, o australiano Owen Wright (10.40) e o marroquino Ramzi Boukhiam (10.23) se classificaram diretamente. O americano John John Florence (8.37) e o chileno Manuel Selman (5.86) terão que disputar a repescagem.

Na quinta bateria, o brasileiro Gabriel Medina (12.23) se classificou como líder. O francês Michel Bourez também avançou, com 10.10. Já o alemão Leon Glatzer e o costarriquenho Munoz foram para a repescagem.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago