Mundo

Brasileiro é morto a facadas em universidade dos EUA

Crédito: Arquivo pessoal

João Souza, estudante brasileiro morto nos EUA (Crédito: Arquivo pessoal)

Câmeras de segurança registraram ação do assassino (Crédito:Reprodução/Universidade de Binghampton)

O estudante brasileiro João Souza, de 19 anos, foi morto a facadas no último domingo (15), dentro de seu quarto no campus da Universidade de Binghamton, em Nova York, nos Estados Unidos.

O suspeito do homicídio, Michael Roque, de 20 anos, que estuda na mesma instituição, foi preso nesta segunda-feira (16) pelas autoridades locais.

De acordo com imagens de câmeras de segurança e fontes da universidade, o suspeito fugiu a pé após o crime.

“Estou profundamente triste em escrever a vocês sobre o esfaqueamento que levou à morte de um de nossos alunos, João Souza, um estudante calouro de 19 anos de idade. Todo o campus chora por ele. Nossos sentimentos vão para seus amigos e familiares”, escreveu o presidente da universidade, Harvey Stenger.

Suspeito detido também é estudante da universidade (Crédito:Reprodução/ WIVT)

O brasileiro era calouro do curso de Engenharia e, em 2017, havia se formado em uma escola norte-americana. João não foi o primeiro a ter sido morto na instituição.

Segundo o site “Pressconects”, em março, uma estudante de enfermagem de 22 anos foi encontrada sem vida no campus da universidade.