Geral

Brasileiro baleado nos EUA recebe alta após três meses internado

Crédito: Reprodução

O estudante de robótica João Pedro Marchezani, de 23 anos, recebeu alta nesta sexta-feira (3) após passar três meses internado. Em setembro, ele foi baleado na cabeça enquanto saía com amigos em Chicago, nos Estados Unidos, e precisou passar por uma série de cirurgias. As informações são do jornal O Globo.

De acordo com a equipe médica que acompanha João Pedro, o caso dele é “um milagre”. O estudante chegou a ter o lado esquerdo paralisado e ficou um tempo sem conseguir enxergar e falar. Nas últimas semanas, ele tem passado por sessões de fisioterapia.

Para receber o filho em Ohio, os pais do estudante realizaram treinamento para os cuidados especiais. A casa foi equipada com uma cama hospitalar, cadeiras de rodas e os demais insumos necessários.

Conforme a mãe, João Pedro ainda está “um pouco frustrado” por não ter retomado totalmente a visão. Ele segue sem enxergar com o olho direito e vê de modo turvo com o olho esquerdo.

Relembre o caso

João Pedro estava com a namorada e uma amiga no banco de trás de um carro de um amigo, indo a um bar, na madrugada do dia 5 de setembro, quando o motorista percebeu que eles estavam sendo seguidos por um motociclista armado. Com medo de um possível assalto, ele desviou e “fechou” o homem que conduzia a moto.

Após esse momento, o motociclista reapareceu, acompanhado de uma outra, que contava com dois homens. Um deles disparou oito tiros contra o carro. Apenas João foi atingido, com um bala que entrou pela nuca e atingiu o cérebro.

Segundo a mãe de João, os jovens estavam comemorando o novo apartamento que o filho e a namorada tinham acabado de alugar para morar juntos.

O crime é investigado pela polícia local. A família foi informada recentemente que os agentes já haviam identificado os suspeitos. As autoridades já teriam inclusive pistas sobre onde mora o criminoso que atirou contra o carro.