Mundo

Brasileira que transportava infectados com a Covid-19 nos EUA morre vítima da doença

Crédito: Arquivo pessoal

A paramédica brasileira Liana Sá morreu de Covid-19 em Nova Jersey, nos Estados Unidos, neste domingo (5). Ela trabalhava com transporte de infectados pela doença e vivia havia mais de 10 anos no país, que possui o maior número de mortos desde o início da pandemia de coronavírus. As informações são do G1.

Ex-marido de Liana, Claudison Rodrigues contou que ela estava trabalhando “dia e noite” fazendo o transporte de doentes. Segundo ele, Liana estava na “linha de frente” do combate à doença.

“No último plantão dela, ela se sentiu mal, foi para casa e em três dias morreu. Ela estava totalmente exposta”, contou Claudison, em entrevista à TV Globo. “Ela se preparou para fazer esse tipo de trabalho, estava fazendo isso há anos lá. Uma brasileira que foi lá se preparar para esse tipo de trabalho, fez o trabalho e morreu por isso”, afirmou o ex-marido.

Na última sexta-feira (3), os EUA chegaram a registrar mais de 1,4 mil mortes em único dia.