ISTOÉ Gente

Brasileira pioneira no OnlyFans fala sobre proibições na plataforma

Crédito: Reprodução/Instagram

A modelo Suzy Cortez, brasileira pioneira no OnlyFans, conversou com o fundador da plataforma, Tim Stokely. O papo aconteceu depois de ela saber da proibição de postagens com sexo explícito.

Mais de Suzy Cortez

+ Suzy Cortez revela que tatuagens para Messi atrapalham na hora do sexo
Suzy Cortez diz que conversou com dono do OnlyFans sobre proibição de pornografia no site
Suzy Cortez mostra processo de tatuagem íntima que fez para Messi; vídeo


“Ele me explicou que eles querem limpar o OnlyFans no que se refere ao conteúdo erótico/pornográfico. Não se trata de censura ou caretice, e sim de uma ‘faxina’ naqueles que insistem em desfocar o verdadeiro objetivo, que é em divulgar a arte que existe no conteúdo sensual”, disse.

Suzy disse, em outro momento, que deixou de trabalhar para revistas adultas depois de conhecer a plataforma. Ela, por exemplo, já vendeu água do próprio banho para um fã por R$ 37 mil e um lençol usado por R$ 63 mil.

De acordo com a modelo, ela e Stokely se conheceram quando morava em Londres: “Fomos vizinhos em Mayfair [bairro londrino]”. Segundo Suzy, o fundador se mostrou preocupado com o conteúdo ilegal postado na plataforma. “Nos últimos meses foram detectadas coisas pesadas como zoofilia, sexo explícito e até casos de menores em exposições pra lá de explícitas”, afirmou.

Suzy diz que, em suas postagens, tenta não cruzar a linha entre o sensual e o erótico. “Convido todos a conhecerem meu conteúdo. É igual ao de várias edições de Playboy que eu fiz no mundo, só que agora o lucro é todo meu”, disse.