Brasil: um país de filhos; e não apenas das p*, não

Brasil: um país de filhos; e não apenas das p*, não

Dizem que “com família não se mexe”. Bobagem. Vejam o caso dos micheques, por exemplo. O miliciano Queiroz, amigão de décadas do verdugo do Planalto, não se importou com parentesco algum e inundou a conta da primeira-dama com 90 mil reais em cheques.

Por sua vez, Flávio Bolsonaro, o senador da mansão de 6 milhões reais financiada com juros subsidiados pelos pobres do Distrito Federal, caiu nas teias do Ministério Público e é investigado por peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Nada mal, né?


Mas no filho dos outros é refresco, e o devoto da cloroquina, em sua “live semanal”, aquele verdadeiro show dos horrores, agora quer que se investigue Renan Filho, o pimpolho da segunda alma mais honesta deste País, o eterno senador Renan Calheiros.

Neste tiroteio de filhos das putas, ou melhor, dos putos, digo dos pilantras, ops!, dos políticos brasileiros, ainda não sobrou para a prole do meliante de São Bernardo, este sim a verdadeira alma mais honesta do País. Ao menos é o que pensam os amigos do STF.

As Capitanias Hereditárias se foram há séculos, mas os donatários do Poder, não. Entre Bolsonaros, Sarneys, Barbalhos, Calheiros, Silvas, Neves, Magalhães, Maias e tantos outros clãs da nossa podre política, os súditos da Coroa continuam sendo vilipendiados como em 1530.

E já que o assunto são filhos – das putas! – fiquem com os seguintes trechos da genial música “Filha da Puta”, do não menos genial, Gabriel o Pensador:

“Filha da puta, escute o que eu vou te dizer: você está no poder agora mas um dia vai se foder. Você está numa boa, rindo a toa cheio de graça, mas todos nós ainda vamos ver a sua desgraça. Você se esconde em Brasília, essa ilha cercada de filha da puta. De político fajuto.

Me escuta seu puto. Aprovando leis só para vocês e sua cambada. Arranjando obras superfaturadas. Eles te exploram, te chupam o sangue. Só pensam no lucro da sua gangue. Então escute, pense e responda a pergunta: todo político é um filha da puta?”.






Sobre o autor

Ricardo Kertzman é blogueiro, colunista e contestador por natureza. Reza a lenda que, ao nascer, antes mesmo de chorar, reclamou do hospital, brigou com o obstetra e discutiu com a mãe. Seu temperamento impulsivo só não é maior que seu imenso bom coração.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2022 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.