Brasil

Brasil ultrapassa 70 mil mortes e 1,8 milhão de casos

Brasil ultrapassa 70 mil mortes e 1,8 milhão de casos

O vírus Sars-CoV-2 visto em microscópio, em foto fornecida à AFP pelo Instituto Nacional de Saúde, em 27 de fevereiro de 2020 - National Institutes of Health/AFP

SÃO PAULO, 10 JUL (ANSA) – O Brasil registrou mais 1.214 mortes pelo novo coronavírus em um período de 24 horas, ultrapassando a marca de 70 mil óbitos, informou o levantamento do Conselho de Secretários de Saúde (Conass) nesta sexta-feira (10). Com o novo número, o país totalizou 70.398 vítimas, com uma taxa de letalidade de 3,9%. Este é o quarto dia seguido que o Brasil soma mais de 1,2 mil falecimentos diários.

De acordo com o balanço, existem 1.800.827 pessoas contaminadas com a Covid-19, com um acrescimento de 45.048 contágios registrados nas últimas 24 horas. A taxa de incidência continua crescendo, passando de 835,5 para 856,9 por cada 100 mil habitantes. Já o índice de mortalidade é de 33,5 indivíduos por cada 100 mil pessoas. O estado de São Paulo, epicentro da doença, contabilizou mais 324 mortes em um dia, acumulando 17.442 óbitos desde o início da pandemia. Com os novos números, o governador João Doria afirmou que a região começou a entrar no platô, o que significa uma estabilidade seguida da redução moderada dos contágios, mas estende a quarentena até 30 de julho. Hoje, inclusive, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que é pouco provável que o novo coronavírus seja eliminado.

(ANSA)

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?