Geral

Brasil tem novo pico de mortos em 24h; no mundo são 1,5 milhões de infectados

Nesta quarta-feira, 8, o Brasil chegou a 800 vítimas fatais da covid-19. O número resulta de um crescimento recorde nos óbitos por covid-19, de 133 em 24 horas. Segundo o Ministério da Saúde, a taxa de letalidade no País está em 5%, considerando um universo de 15.927 contaminações confirmadas pelo novo coronavírus, dado que cresceu em 2.210 casos em relação ao divulgado ontem, 7.

Globalmente, de acordo com a universidade americana Johns Hopkins, 1,5 milhão de pessoas já foram infectadas pelo coronavírus. Em 11 de março, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a covid-19 havia se tornado uma pandemia, havia 128 mil pessoas contaminadas. Os Estados Unidos são a nação mais afetada: tem 423 mil casos confirmados. Na sequência aparecem Espanha (146 mil), Itália (139 mil), França (114 mil), Alemanha (112 mil) e China (83 mil).

Os mortos são quase 88 mil, ainda segundo a universidade. Às 18h45, 87.706 pessoas haviam morrido, sendo quase 18 mil delas na Itália, 14,6 mil na Espanha, 14 mil nos Estados Unidos, quase 11 mil na França e sete mil no Reino Unido.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ A Fazenda: influenciadora digital Marina Ferrari é confirma na lista de participantes

+ Filhos de Luciano Huck esquecem o texto em homenagem ao pai

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

CORONAVÍRUS Mundo