Brasil

Brasil tem mais de mil mortes em 24h pelo 3º dia seguido

SÃO PAULO, 28 MAI (ANSA) – O Brasil registrou 1.156 mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, atingindo um total de 26.754 vítimas, informou o Ministério da Saúde nesta quinta-feira (28). Esta é a terceira vez seguida na semana que o país atinge a marca de mil óbitos. De acordo com os dados, existem 438.238 pessoas infectadas pela Covid-19 em todo o território brasileiro, sendo que 26.417 foram diagnosticadas entre ontem e hoje. Com a quantidade, o país bate o recorde de novas contaminações. O maior número havia sido registrado no dia 22 de maio, com 20.803 novos casos. São Paulo continua sendo o epicentro da doença, com 95.865 casos confirmados, sendo 6.382 novas infecções nas últimas 24 horas, um recorde diário. Ao todo, o estado tem 6.980 mortes, com 268 óbitos a mais que no dia anterior.   

O pico foi registrado um dia depois do governador João Doria anunciar a reabertura de alguns setores da economia em determinadas regiões do estado. Na sequência aparece Rio de Janeiro (44.886), Ceará (37.821) e Amazonas (36.146). A classificação muda, no entanto, quando observado o total de falecimentos. Nesse caso, o maior número é registrado em São Paulo (6.980), Rio de Janeiro (4.856), Ceará (2.733), Pará (2.704) e Pernambuco (2.566).   

Embora ainda ocupe a sexta posição no ranking de países com mais mortos pelo novo coronavírus, o Brasil pode ultrapassar, em breve, a Espanha, que atualmente tem 27.119 mortes, de acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins. (ANSA)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior