Esportes

Brasil surpreende EUA e conquista mundial de revezamento 4x100m

O Brasil surpreendeu no Campeonato Mundial de revezamento de atletismo que foi disputado neste fim de semana na cidade japonesa de Yokohama ao vencer neste domingo a principal prova de 4×100 metros masculina, superando os grandes favoritos, os Estados Unidos, que terminaram em segundo.

O quarteto brasileiro, formado por Rodrigo do Nascimento, Jorge Vides, Derick Silva e Paulo André Camilo de Oliveira, venceu com um tempo de 38 segundos e 5 centésimos, na frente da equipe norte-americana, que competiu com Michael Rodgers, Justin Gatlin, Isiah Young e Noah Lyles, que registrou um tempo de 38.07.

Na terceira posição ficou a Grã Bretanha, atual campeã do mundo, que registrou um tempo de 38.15.

Paulo André Camilo de Oliveira correu no último trecho contra o americano Noah Lyles, em um final acirrado, no qual o brasileiro tirou apenas dois centésimos de seu adversário.

Uma passagem de bastão não muito bem sucedida por parte do campeão mundial americano Justin Gatlin para Isiah Young, deixou este último com muito trabalho para o terceiro trecho.

Após conseguir a primeira medalha de ouro na história para o Brasil no mundial de revezamentos, Paulo André foi abraçado por seus companheiros, que comemoraram no mesmo estádio onde a seleção brasileira de futebol, liderada por Ronaldo, conquistou a Copa do Mundo da Coreia do Sul e Japão em 2002, ao derrotar a Alemanha na final.

“Estamos muito felizes. Viemos muito concentrados a esta competição e treinamos muito. Foi um grande dia para nós, mas agora temos que seguir trabalhando duro para o Mundial de atletismo de Doha (que será disputado entre 27 de setembro e 6 de outubro deste ano) e para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020”, afirmou Paulo André.

Apesar da derrota, os americanos preferiram ver o lado positivo. “Existe talento em nossos atletas, e só temos que nos tornar uma equipe. Estamos convencidos de que vamos melhorar no futuro”, disse Noah Lyles.

Gatlin, que vai tentar em Doha defender seu título mundial individual, citou “uma das melhores alquimias” em uma equipe de revezamentos americana.

kn/psr/aam