Esportes

Brasil-RS marca nos acréscimos e impõe a quarta derrota consecutiva ao Bahia


Com final de tirar o fôlego, o Brasil-RS afundou ainda mais o Bahia na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, na abertura da 12.ª rodada, os gaúchos fizeram um gol aos 47 minutos do segundo tempo e venceram por 2 a 1, no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS).

Ainda invicto como mandante – cinco vitórias e dois empates -, o Brasil subiu para o sétimo lugar com 19 pontos. O Bahia, por outro lado, perdeu a quarta seguida e caiu para nono, com 17, três atrás do G4. Ainda teve comando interino de Haroldo Moreira, mas a diretoria confirmou o acerto com o técnico Guto Ferreira, da Chapecoense.

O Bahia não se importou nada com o frio de cinco graus em Caxias do Sul e começou pressionando. Antes mesmo dos primeiros 15 minutos, o time visitante encurralou os gaúchos e obrigou o goleiro Eduardo Martini a trabalhar. O camisa 1 travou duelo particular com o atacante Luisinho e conseguiu sair vitorioso, fazendo três grandes defesas em finalizações. Aos poucos, aproveitando a queda de produção do adversário, o Brasil equilibrou as ações, mas não chegou ao ataque, conseguindo levar o empate para os vestiários.

O jogo ficou quente após o intervalo, com os dois times procurando o gol. Em uma falha do goleiro Marcelo Lomba, o Brasil conseguiu abrir o placar. Aos 10 minutos, Ramon bateu cruzado, o goleiro espalmou para o meio da área e Felipe Garcia completou para o gol vazio. Sexto gol do artilheiro gaúcho.

O Bahia sentiu o gol e viu o Brasil crescer ainda mais. Aos 26 minutos, Teco ganhou de Marcelo Lomba no alto, desviou de cabeça, mas carimbou o pé da trave. Em seguida, foi a vez de Nathan desperdiçar oportunidade em cabeçada à queima-roupa. O atacante errou o alvo por pouco.

No final, a partida pegou fogo. O empate do Bahia saiu aos 42 minutos. Moisés fez jogada individual e cruzou. No meio do caminho, Marlon tocou contra a própria meta. O Brasil não desistiu de buscar a vitória e foi para o tudo ou nada. Após passe açucarado de Clébson, Felipe Garcia entrou na área livre de marcação, mas bateu cruzado para fora.

O gol da vitória, porém, saiu aos 47 minutos. Marlon se redimiu da falha no gol do Bahia e cruzou na cabeça de Teco, que desviou para o fundo das redes no último lance de jogo.

+ Sabrina Sato aparece com micro biquíni e surpreende seguidores

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Pela 13.ª rodada, os dois times voltam a campo nesta terça-feira, às 19h15. O Bahia recebe o Oeste, na Arena Fonte Nova, em Salvador, enquanto que o Brasil visita o Londrina, no estádio do Café, em Londrina (PR).

FICHA TÉCNICA

BRASIL-RS 2 x 1 BAHIA

BRASIL-RS – Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Leandro Camilo e Marlon; Washington, Leandro Leite, Diogo Oliveira (Clébson) e Marcos Paraná (Nathan); Ramon (Nena) e Felipe Garcia. Técnico: Rogério Zimmerman.

BAHIA – Marcelo Lomba; Danilo Pires, Éder, Lucas Fonseca e Moisés; Juninho, Gustavo Blanco, Renato Cajá e Régis; Luisinho (João Paulo Penha) e Thiago Ribeiro (Zé Roberto). Técnico: Haroldo Moreira (interino).

GOLS – Felipe Garcia, aos 10, Marlon (contra), aos 42, e Teco, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Leandro Leite (Brasil-RS); Éder, Juninho, Luisinho, Moisés e Lucas Fonseca (Bahia).

ÁRBITRO – Igor Junio Benevenuto (MG).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS).

Veja também
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Faustão é internado em hospital de SP
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago