Mundo

‘Brasil paga para ele trabalhar para mim’, diz comandante americano sobre brigadeiro

Crédito: Reprodução

O brasileiro e brigadeiro do ar David Almeida Alcoforado foi apresentado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pelo chefe do Comando Sul das Forças Armadas dos Estados Unidos, almirante Craig Faller. Na apresentação, o almirante afirmou que “os brasileiros estão pagando para ele vir para cá e trabalhar para mim”. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

A frase foi dita durante um evento sobre trabalho contra o narcotráfico do Comando Sul, no último dia 10, na Flórida. Faller também afirmou que Alcoforado de “um dos mais destacados” das Forças Armadas brasileiras.

David é brigadeiro de duas estrelas, dois postos antes do topo hierárquico, e assumiu o posto em 23 de março. Antes, ele passou dois anos como comandante da Academia da Força Aérea. O brigadeiro deve voltar ao Brasil em 2022.

Governo brasileiro paga salário ao brigadeiro

Na apresentação, Faller afirma que David é vice-diretor do J5, departamento que cuida de estratégia, diretriz política e planos. O salário do brigadeiro é pago pelo governo brasileiro.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Conforme os dados do Portal da Transparência, o valor mensal pago a David aumentou com a ida aos Estados Unidos. Até fevereiro, ele recebia R$ 29.101,70 brutos. Em abril, o salário passou a ser pago em dólares: US$ 9.535,46, cerca de R$ 50 mil.

De acordo com a Folha, David é o segundo oficial-general brasileiro a integrar o Comando Sul. O primeiro foi o general de brigada Alcides Valeriano de Faria Júnior, que virou subcomandante de Interoperabilidade no ano passado — em um processo iniciado ainda no governo de Michel Temer (MDB).

A reportagem da Folha não localizou David. Já Alcides, como é chamado no Exército, disse ao jornal que não há subordinação automática a ordens americanas. Se houver “decisão soberana dos EUA [que] não esteja de acordo com a posição política nacional, o Brasil pode determinar meu regresso, e eu, como militar, funcionário de Estado, retorno imediatamente”, disse Alcides à Folha.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

v