Televisão

‘Brasil acima de tudo’: Globo faz crítica a Bolsonaro com trocadilho ao noticiar mortes por Covid-19

Crédito: Reprodução

Durante o programa “Encontro” desta quinta-feira (25), o quadro Bem Estar fez uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro. Michelle Loreto falava sobre o número de vítimas fatais da Covid-19, mostrando vários países em comparação com o Brasil.

‘Não me comparo’, declara Patrícia Abravanel sobre pressão por ser filha de Sílvio Santos

‘A Menina que Matou os Pais’, filme sobre Suzane von Richthofen, ganha novo trailer

Na tela, o Brasil é o que ganha em mais mortes em 7 dias. “Brasil acima de todos”, declarou a jornalista, usando uma frase que o presidente sempre utiliza: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. O bordão foi usado em 2018 quando ele se candidatou à presidência, e faz referência ao brado da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército criado no final da década de 1960, durante o período da Ditadura Militar (1964-1985).

Os internautas repercutiram o posicionamento de Michelle, e diversos outros jornais criticaram a conduta do presidente durante a pandemia.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS