Brasil

Braga Netto afirma que não existe uma ‘ala militar’ no governo

Com formação e carreira militar, o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, afirmou que perguntas sobre a possibilidade de um golpe de Estado no Brasil são “um absurdo”. Ele e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, que também é militar, buscaram afastar a imagem da ligação das Forças Armadas com o governo durante entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Braga Netto disse que não concorda com a ideia de que exista uma “ala militar” no governo. “As Forças Armadas são instituições de Estado. Não existe ala militar. Você tem militares, com formação militar, que são cidadãos muito bem informados, com valores éticos e morais”, afirmou o ministro da Casa Civil.

“A minha posição é que esse governo é conservador-liberal. Ele é conservador porque se pauta em valores, deus, família, liberdade, valores éticos e morais, contra a corrupção. Esse é o sentido do conservador. E do liberal, pelo liberalismo econômico, do caminho da prosperidade”, declarou.

Em seguida, Luiz Eduardo Ramos afirmou que não tem mais contato direto com o Exército. “Não há nenhuma ligação de eu estar aqui representando o Exército”, disse. “Eu estou aqui como cidadão, não há nenhuma influência política ou o que seja, que esteja sendo ligada ao Exército.”

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Conheça os quatro tipos de carros híbridos e suas diferenças
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior