Esportes

Botafogo sente falta dos titulares e só empata com lanterna Atlético-GO por 1 a 1

Sem seis titulares por opção do técnico Jair Ventura, que priorizou o duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Atlético Mineiro nesta quarta-feira no Rio, o Botafogo não conseguiu mais do que um empate por 1 a 1 diante do lanterna Atlético Goianiense, neste domingo, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto aconteceu no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

Com o resultado, o time carioca desperdiçou a chance de entrar na zona de classificação para a Copa Libertadores e ficou em sétimo lugar, com os mesmos 24 pontos do Sport, mas com uma vitória a menos: sete contra seis. E espera reverter a desvantagem contra o Atlético Mineiro, que venceu na ida por 1 a 0, pela Copa do Brasil. O clube goiano segue em último, com nove pontos.

O Atlético Goianiense foi melhor no primeiro tempo e logo com três minutos já assustou. Depois de bola alçada na área por Niltinho, Roger Carvalho subiu mais que Emerson Silva e cabeceou forte, mas a bola foi por cima do gol de Jefferson. Aos 15, Andrigo desperdiçou mais uma chance de frente para o goleiro.

No último lance da primeira etapa, mais uma vez o time carioca contou com a sorte. Paulinho encontrou Andrigo aberto e o meia puxou para o meio e chutou forte. A bola tirou tinta do travessão, mas foi para fora.

O segundo tempo começou ainda mais eletrizante. Com cinco minutos, Jorginho acertou uma cobrança de falta na trave e, na sobra, sem goleiro, Walter tentou o gol, mas Emerson Silva chegou na hora certa para afastar em cima da linha. Quatro minutos depois, o Botafogo respondeu com chute forte de Marcos Vinicius, mas o goleiro Kléver defendeu.

Mesmo jogando mal, o Botafogo conseguiu fazer o seu gol aos 23 minutos. Gilson recebeu livre na esquerda e cruzou na primeira trave. Vinícius Tanque chegou primeiro do que o marcador e cabeceou forte, balançando as redes.

O clube goiano não desistiu e chegou ao gol de empate aos 30 minutos. Dudu Cearense saiu jogando errado, Paulinho recuperou e tocou para Jorginho. O meia tentou o arremate, mas a bola foi travada. No bate e rebate, o mesmo Paulinho desviou e a bola entrou.

O Atlético Goianiense volta a campo apenas no próximo domingo, às 11 horas, pela 17.ª rodada do Brasileirão, diante da Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Já o Botafogo recebe o Atlético Mineiro pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, no estádio do Engenhão, no Rio, nesta quarta-feira, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 x 1 BOTAFOGO

ATLÉTICO-GO – Kléver; André Castro (Jonathan), Gilvan, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Paulinho, Igor, Jorginho, Andrigo (Luiz Fernando) e Niltinho (Diego Rosa); Walter. Técnico: João Paulo Sanches (interino).

BOTAFOGO – Jefferson; Luis Ricardo, Marcelo, Emerson Silva e Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva, Fernandes (Victor Luís) e Marcus Vinícius (Leandrinho); Guilherme e Vinícius Tanque (Lucas Campos). Técnico: Jair Ventura.

GOLS – Vinícius Tanque, aos 23, e Paulinho, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bruno Silva e Gilson (Botafogo).

ÁRBITRO – Caio Max Augusto Vieira (RN).

RENDA – R$ 97.855,00.

PÚBLICO – 4.434 pagantes (5.462 no total).

LOCAL – Estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia (GO).