Esportes

Botafogo goleia o Sol de América e garante vaga nas oitavas contra o Atlético-MG

Sem maiores dificuldades, o Botafogo obteve a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana ao bater novamente os paraguaios do Sol de América, agora pelo placar de 4 a 0, na noite desta quarta-feira, no Engenhão.

Os cariocas, que precisavam apenas do empate por ter vencido o confronto de ida por 1 a 0 em Assunção, na semana passada, abriram uma frente de dois gols logo no primeiro tempo e apenas sacramentaram a goleada na etapa final, jogando na base dos contra-ataques e anotando mais duas vezes.

Na próxima etapa da competição continental, que ocorre do fim de julho ao início de agosto, o time treinado por Eduardo Barroca enfrenta o Atlético-MG, que por sua vez já havia superado, nos pênaltis, os chilenos do Unión La Calera na última terça-feira.

O Botafogo, que contou com os retornos de Erik e Carli, ausentes no revés – temporariamente anulado pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido a uma suposta irregularidade na utilização do VAR – do último fim de semana contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, começou a partida sem forçar. No entanto, logo no primeiro lance de perigo a seu favor, o time do Rio abriu o placar no Engenhão, com Cícero, de cabeça, após cobrança de escanteio de João Paulo, aos sete minutos.

A partir de então, com ainda mais espaço para os contragolpes, a equipe da casa ficou à vontade para marcar o segundo. Aos 28, Luiz Fernando deixou o dele após contra-ataque puxado por Diego Souza, ampliando a vantagem botafoguense.

Ainda mais tranquilo, saindo na tranquilidade proporcionada por sua boa compactação e tocando a bola com precisão, a equipe de Eduardo Barroca sofreu apenas um pequeno revés na primeira etapa, ao perder o meia Alex Santana, que, com desconforto muscular, cedeu lugar para o garoto da base, Gustavo Bochecha. E foi o jovem valor botafoguense que aumentou a vantagem no placar, aos sete da segunda etapa, marcando seu primeiro gol no time profissional, aproveitando passe rasteiro em subida do lateral-esquerdo Gilson.

Com uma goleada se desenhando no marcador, o ritmo de treino ficou ainda mais evidente no Engenhão. Abriu-se, assim, margem para que o veterano Diego Souza buscasse encerrar o jejum de gols que já chegava a dez jogos pelo time carioca. E o camisa 7 tentou na primeira vez, aos 22, perdendo uma boa oportunidade, de frente para o goleiro Escobar. Quatro minutos depois, porém, o meia-atacante foi feliz na finalização, fechando a goleada para o time brasileiro, com assistência de Erik, e marcando presença nas oitavas de final do torneio continental.

O Botafogo voltará a jogar no domingo, mas pelo Brasileirão, em clássico contra o Vasco, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 4 X 0 SOL DE AMÉRICA

BOTAFOGO – Gatito Fernandez; Fernando, Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, João Paulo e Alex Santana (Gustavo Bochecha); Erik, Diego Souza (Igor Cássio) e Luiz Fernando (Lucas). Técnico: Eduardo Barroca.

SOL DE AMÉRICA – Escobar; Villalba, Milciades Portillo, Acuña e Clar (Vera); Richard Franco, Edgar Ferreira, Jourdan e Ruiz Díaz (Giménez); Villagra (Salcedo) e Otazú. Técnico: Javier Sanguinetti.

GOLS – Cícero, aos 8 e Luiz Fernando, aos 28 minutos do primeiro tempo. Gustavo Bochecha, aos 7, e Diego Souza, aos 26 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Esteban Ostojich (Fifa/Uruguai).

CARTÕES AMARELOS – Richard Franco e Salcedo (Sol de América)

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Engenhão, no Rio.