Esportes

Botafogo e Coritiba não saem do zero na estreia de Salomon Kalou

Marfinense inicia a partida como titular mas não é capaz de ajudar Alvinegro a conquistar resultado positivo diante do Coxa, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro

Botafogo e Coritiba não saem do zero na estreia de Salomon Kalou

A grande expectativa não resultou em bolas na rede. Na estreia de Salomon Kalou pelo Botafogo, a equipe comandada por Paulo Autuori não saiu do 0 a 0 com o Coritiba nesta quarta-feira, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Nilton Santos.

O marfinense foi titular e atuou durante 85 minutos. O camisa 8 mostrou serviço e participou de algumas tramas defensivas, mas nada que fosse capaz de superar a defesa do Coritiba. No fim, o duelo não saiu do zero.

Com o resultado, as duas equipes chegaram aos 7 pontos no Brasileirão. Pela diferença no saldo de gols, o Botafogo ocupa a 14ª posição na classificação, enquanto o Coritiba está duas posições abaixo.

Após dois jogos seguidos no Nilton Santos, o Botafogo voltará a atuar longe do Rio de Janeiro. A equipe de Paulo Autuori retorna aos gramados no próximo sábado, às 19h, contra o Corinthians, na Arena Neo Química. O Coritiba, por sua vez, retornará aos seus domínios. O Coxa vai receber o Atlético-MG no Couto Pereira no próximo domingo, às 20h30.

GOL? VAR!
​O Botafogo começou ativo no ataque e as equipes desenharam um duelo aberto no Nilton Santos, já que o Coritiba também tentava assustar quando tinha a bola no pé.

Grande parte das tramas no campo ofensivo, contudo, partiam da equipe comandada por Paulo Autuori. Em uma, criada no lado direito, Kevin encontrou Bruno Nazário na área. O meia finalizou e Luís Henrique havia colocado o rebote para dentro das redes. O gol, porém, foi anulado após revisão do árbitro de vídeo – o atacante do Alvinegro estava em posição irregular.

KALOU MOSTRA JOGO
Estreante da noite, os holofotes da partida estavam direcionados a Salomon Kalou. O marfinense mostrou serviço para o Botafogo. Mesmo sem atuar de forma oficial há cerca de oito meses, o atacante foi um importante elemento do sistema ofensivo do Alvinegro, criando duas chances – uma para Pedro Raul e a segunda com Bruno Nazário – no primeiro tempo.

O Coritiba também assustou nos primeiros 45 minutos. Os visitantes apostavam as fichas, principalmente, em ataques pelo lado esquerdo, nas costas de Kevin. A equipe de Jorginho criou duas chances reais: na primeira, Gatito Fernández fez boa defesa. Na outra, Yan Sasse não conseguiu finalizar dentro da área.

SEGUNDO TEMPO MORNO…
O Botafogo voltou do intervalo com vontade. Em três minutos, foram quatro finalizações. Tudo se desenhava para uma pressão alvinegra no Nilton Santos, mas a impressão é de que o ataque do Glorioso cansou. Aos poucos, a equipe de Paulo Autuori diminuiu as descidas em velocidade e, consequentemente, o ritmo do jogo caiu consideravelmente.

BOTAFOGO TENTA, MAS PARA EM WILSON
O ritmo do primeiro tempo não voltou para o gramado e a partida caiu em relação ao nível técnico na etapa complementar. O Botafogo tomava a iniciativa das jogadas, mas pouco assustava pela dificuldade na criação de jogadas. O jeito de assustar era com um esforço individual, o que aconteceu com Honda: o japonês finalizou de fora da área, sozinho, e obrigou Wilson a fazer grande defesa, garantindo o placar sem gols.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 CORITIBA​

Data-Hora: 2 de setembro de 2020, às 20h30
​Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
​Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes do VAR: Ricardo Marques Ribeiro (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)
Gramado: Bom
​Cartões amarelos: Rafael Forster (BOT); Welissol (COR)
Cartões vermelhos:

Gols:

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Guilherme Santos; Rafael Forster (Luiz Otávio), Keisuke Honda, Bruno Nazário; Luís Henrique (Matheus Babi), Pedro Raul, Salomon Kalou (Davi Araújo). Técnico: Paulo Autuori.

CORITIBA: Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Matheus Galdezani (Igor Jesus), Matheus Sales, Matheus Bueno; Robson (Giovanni Augusto), Sassá (Wellissol), Neilton (Yan Sasse) (Hugo Moura). Técnico: Jorginho.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel