Farol ISTOÉ

Boris Johnson desafia Parlamento

Boris Johnson desafia Parlamento

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, visita o Peterhead Fish Market durante uma visita a Peterhead, na Escócia - POOL/AFP

O premiê Boris Johnson planeja desafiar a decisão do Parlamento que impede o Brexit em 31 de outubro, segundo aliados. O Parlamento entra em recesso hoje, por cinco semanas, por decisão do primeiro-ministro. Foi uma estratégia para evitar que os parlamentares impedissem o Brexit em outubro. Mesmo assim, eles aprovaram uma lei que impede a saída da União sem uma negociação.

Ainda não está claro qual estratégia usará. Pode utilizar algum outro país europeu (cogita-se a Hungria) para atestar que não é possível negociar um novo acordo de saída. Com isso, poderia driblar a lei recém-aprovada. Hoje, o chanceler britânico disse que Johnson vai se encontrar com líderes europeus para discutir a saída no dia 31, sem abrir margem para uma nova prorrogação. Seria mais uma indicação das intenções de Johnson de desafiar os deputados. Se o Brexit for efetivado por uma nova manobra de Johnson, a questão será judicializada e vai abrir uma crise institucional sem precedentes no país.