Geral

Bombeiro é suspeito de colocar câmera em banheiro feminino do aeroporto de Viracopos

Crédito: Divulgação

A Polícia Civil indiciou um bombeiro civil suspeito de colocar uma microcâmera no vestiário feminino do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O funcionário havia sido contratado por uma empresa terceirizada que presta serviço ao aeroporto. As informações são do G1.

A microcâmera foi descoberta por uma colaboradora do local, que viu o equipamento escondido em um par de botas, apontado para o chuveiro e o vaso sanitário. O objeto foi apreendido em janeiro deste ano.

Além de fotos de funcionárias, o aparelho também tinha imagens do suspeito no momento da instalação da microcâmera , o que auxiliou na identificação.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), o inquérito sobre o caso foi instaurado na 4ª Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur) e tramita em segredo de justiça. O bombeiro irá responder pelo crime de “registro não autorizado da intimidade sexual”, previsto no artigo 216-B do Código Penal Brasileiro. O crime prevê pena de detenção, de 6 meses a 1 ano, e multa.

Em nota enviada ao G1, a Aeroportos Brasil Viracopos, que administra o terminal, informou que o indiciado “prestava serviços como socorrista contratado por empresa terceirizada prestadora de serviços no ambulatório onde supostamente praticou os atos sob investigação.”

A concessionária informou ainda que a empresa terceirizada registrou boletim de ocorrência contra o suspeito e que a administração do aeroporto acompanha o caso e está à disposição das autoridades para colaborar no inquérito.