Mundo

Bombardeios aéreos matam quase 30 civis no norte da Síria, diz OSDH

Bombardeios aéreos matam quase 30 civis no norte da Síria, diz OSDH

Forças do governo da Síria vêm aumentando o bombardeio de áreas controladas pelos rebeldes no sul desde 19 de junho, e aviões de guerra russos aliados realizaram suas primeiras incursões na região em um ano em 23 de junho

Quase 30 civis morreram, inclusive várias crianças, em bombardeios aéreos nesta sexta-feira (10) contra vários territórios rebeldes do norte da Síria, informou a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Barris de explosivos lançados por helicópteros do regime e bombardeios aéreos realizados pelo aliado russo atingiram a província de Idleb, no noroeste do país, principalmente controlada pelos extremistas e pelos rebeldes, segundo o OSDH.

Estes bombardeios deixaram ao menos 11 civis mortos, de acordo com esta ONG sediada no Reino Unido e que tem uma ampla rede de informantes na Síria.

Na província vizinha de Aleppo, bombardeios contra a localidade de Orum al Kubra, mataram 18 civis, entre eles três crianças, acrescentou a ONG, que não pôde informar se os ataques foram efetuados pelo regime ou pelos russos.

“O balanço pode aumentar (…) Há pessoas presas sob os escombros”, explicou à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.