Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

A segunda temporada de “Bom Dia, Verônica”, série da Netflix, contará a história de uma jovem estuprada pelo próprio pai. A personagem será vivida por Klara Castanho que, em uma carta aberta, revelou ter sido vítima de violência sexual. Ainda sem data para estreia, a série foi gravada no início de setembro do último ano, antes de ter sido vítima do crime. As informações são do Notícias da TV.

Na história, Klara, que virou estrela da Netflix com vários projetos na plataforma, será Angela, uma menina abusada pelo próprio pai, um líder religioso acima de qualquer suspeita.

Matias é respeitado, casado e pai de uma jovem de 18 anos, interpretada por Klara. O religioso, no entanto, é o grande vilão da série. O personagem abusa da mulher, Gisele (Camila Márdila), e da filha sem levantar nenhuma desconfiança em sua comunidade. Na verdade, ele é uma espécie de herói para seus fiéis.

De acordo com a publicação, a plataforma de streaming terá ainda mais cuidado na edição das cenas que envolvam a personagem. Nenhuma cena explícita do estupro foi gravada.