Brasil

Bolsonaro vai ao Rio se encontrar com Regina Duarte

Bolsonaro vai ao Rio se encontrar com Regina Duarte

O presidente Jair Bolsonaro embarca na manhã desta segunda-feira ao Rio de Janeiro, onde deve se encontrar com a atriz Regina Duarte, convidada por ele para assumir a gestão da cultura no governo federal. Bolsonaro estuda recriar o Ministério da Cultura para acolher a atriz. A leitura no governo é que o nome dela é poderoso demais para ocupar apenas uma secretaria, status atual da pasta, que é subordinada ao Ministério do Turismo.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

O comando da cultura está vago desde a última sexta-feira, 17, quando Bolsonaro cedeu a pressões e demitiu o dramaturgo Roberto Alvim, que parafraseou em discurso o nazista Joseph Goebbels. Ao jornal O Estado de S. Paulo, Alvim disse que, apesar da origem espúria, assina embaixo da frase “perfeita”.

Ao deixar o Palácio da Alvorada nesta segunda, o presidente conversou e tirou selfies com apoiadores, mas se recusou a responder jornalistas. Ele disse que não falaria para evitar acusações de uma “associação” de que faz ataques à imprensa.

A agenda oficial de Bolsonaro no Rio começa às 10h, quando o presidente se encontra com o prefeito Marcelo Crivella. A princípio, ele deixa a capital fluminense às 16h20 para retornar a Brasília. O Planalto não informa em que horário Bolsonaro e Regina Duarte devem se encontrar.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea