Brasil

Bolsonaro vai a comemoração do Dia da Revolução Farroupilha

O presidente Jair Bolsonaro participa no início da tarde deste domingo, 20, de uma comemoração feita por Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) em Brasília, em homenagem ao Dia da Revolução Farroupilha.

O evento ocorreu no trecho norte do Eixão do Lazer, na capital federal. Há aglomeração de pessoas sem máscara no local. O presidente compareceu ao local sem a proteção, cujo uso é obrigatório em locais públicos do Distrito Federal.

Bolsonaro cumprimentou apoiadores, posou para fotos e serviu-se de churrasco e refrigerante. Em seguida, publicou uma foto nas redes sociais rodeado de 11 pessoas, todas elas sem máscara. “Com a gauchada no Piquete do Eixão em Brasília”, escreveu.

Mais cedo, também nas redes sociais, o presidente publicou uma foto antiga sua usando o chapéu típico do traje gaúcho e uma faixa com o nome do Estado.

“Hoje, 20/setembro, é DIA do GAÚCHO. Nossos parabéns a todos do Rio Grande do Sul”, escreveu Bolsonaro.

O 20 de setembro é feriado no Rio Grande do Sul, previsto na Constituição do Estado, em celebração à data do início da Revolução Farroupilha, também conhecida como Guerra dos Farrapos, que durou de 1835 a 1845.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+ Microsoft Edge recebe nova funcionalidade para aumentar velocidade de carregamento

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar