Brasil

Bolsonaro, sobre Moro: não fez nada para que Coaf e Receita não me bisbilhotassem


O presidente Jair Bolsonaro (PL) assumiu nesta quarta-feira, 8, que esperava uma interferência de Sergio Moro (Podemos) – seu provável rival nas eleições de 2022 – em órgãos de investigação enquanto ministro da Justiça do governo.

“Esse cara não fez absolutamente nada para que Coaf e Receita não bisbilhotassem minha vida e dos brasileiros”, declarou o chefe do Executivo em entrevista à Gazeta do Povo. “Pode investigar o presidente? Pode, mas legalmente”, emendou.

De acordo com Bolsonaro, Moro, enquanto ministro, “selecionava” as ações da Polícia Federal. “Queria mandar embora lá atrás. Mas como ele tinha prestígio grande, ficava difícil justificar”, afirmou o presidente.

Bolsonaro ainda revelou um diálogo com o antigo aliado. Ele o teria questionado sobre investigações da PF em torno do então ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio, envolvido em um esquema de candidaturas laranja nas eleições de 2018. “Por que a PF está investigando esse ministro que foi candidato?”, teria perguntado o presidente, segundo ele mesmo. “Por que você não está investigando outros, é só para queimar o governo”, teria acrescentado.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua