Bolsonaro ri dos mortos, mas recrimina Lula porque riu de ‘beijo gay’

Crédito: Lézio Júnior

(Crédito: Lézio Júnior)


Essa é mesmo do balacobaco! Não há dia em que o devoto da cloroquina não surpreenda o País com seus shows diuturnos de ignorância, preconceito e desrespeito pela vida humana. Bolsonaro é, sem sombra de dúvidas, o mais desprezível presidente que o Brasil já teve.

Naquela troca de perdigotos imorais que ocorre no cercadinho às portas do Palácio da Alvorada, onde o amigão do Queiroz desfila toda sua pobreza intelectual e baixo nível moral, sendo retribuído por efusivos mugidos e zurros de igual teor e forma, ele mandou ver:

“Num evento, estava o Lula, a Dilma, o Haddad, Celso Amorim, e dois homens se beijando. Mas de língua, parecia aqueles casais apaixonados do Titanic. Uma coisa inacreditável. Cada um vá fazer amor, ser feliz como bem entender. Agora, aquela cena, presidente da República sorrindo, de deboche, como se fosse a coisa mais linda do mundo. Repito, cada um vai ser feliz como bem entender entre quatro paredes na sua intimidade. Agora, publicamente?”

Bem, dizer o quê? Apontar o quão ignóbil é este senhor, que vive às voltas com cheques de milicianos na conta da esposa e funcionários fantasmas em seu gabinete quando deputado federal, ou com filhos que compram mansões de 6 milhões de reais com dinheiro (também) de ‘rachadinhas’, é chover no molhado. Bolsonaro é o lixo humano que é, e ponto final.

Mas não dá para não associar as piadas que este psicopata-sociopata faz com doentes sufocando; o deboche com famílias e amigos das vítimas fatais de Covid; a redução do maior drama humano dos últimos 100 anos a uma gripezinha, um resfriadinho, com a crítica que faz a quem não reage, feito animal, à uma troca de beijos entre pessoas do mesmo gênero.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Para Bolsonaro, ‘beijo gay’ é deplorável e deveria ficar entre quatro paredes. Já o morticínio que ajuda a promover é motivo de orgulho. Por isso faz questão que o mundo inteiro saiba e reconheça seu governo homicida, nos chamando de “cemitério do planeta”, “país pestilento” e proibindo nossa presença insalubre em suas fronteiras. Inacreditável, Bolsonaro, é você ainda ser presidente dessa bosta de País.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS

Tópicos

Bolsonaro Lula

Sobre o autor

Ricardo Kertzman é blogueiro, colunista e contestador por natureza. Reza a lenda que, ao nascer, antes mesmo de chorar, reclamou do hospital, brigou com o obstetra e discutiu com a mãe. Seu temperamento impulsivo só não é maior que seu imenso bom coração.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.