Brasil

Bolsonaro pede desculpas por fala preconceituosa após tomar guaraná no Maranhão

Após repercussão negativa, o presidente Jair Bolsonaro pediu desculpas pela declaração preconceituosa que proferiu nesta quinta-feira, 29, após tomar um guaraná em visita ao Maranhão. “Agora virei boiola igual maranhense, é isso?”, disse Bolsonaro, após beber o refrigerante Guaraná Jesus, de cor rosa. “Quem toma esse guaraná vira maranhense, hein”, completou, gerando fortes críticas do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Em transmissão ao vivo nas redes sociais na noite de quinta-feira, o presidente tentou amenizar a fala de cunho homofóbico. “Fui tratado de forma muito carinhosa no Maranhão. Foi uma brincadeira, mas a maldade está aí. Quem se ofendeu, eu peço desculpas”, declarou. Ao seu lado na transmissão, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tentou ajudar o mandatário: “a cor é bonita, presidente”, disse.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel