Bolsonaro morre de inveja do Pinóquio; só pode

Bolsonaro morre de inveja do Pinóquio; só pode

Aira Ocrespo dá os retoques finais em um grafite que retrata o presidente Jair Bolsonaro usando 'máscara' contra o coronavírus em seu estúdio no Rio de Janeiro, 18 de março de 2020 - AFP

Se algo me enoja na política e nos políticos, sem a menor sombra de dúvida, é mentira.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Ok. Corrupção me enoja, claro. Demagogia, populismo, cinismo, oportunismo, fisiologismo… são tantos “ismos” que até perco a conta. Mas a mentira, por alguma razão, me irrita ainda mais.

Lula foi, incontestavelmente, o campeão na modalidade. O recordista brasileiro e, por que não?, mundial na porca arte do engodo. Aliás, foi não. É. E continua sendo. E morrerá assim, o corrupto e lavador de dinheiro, que se auto proclama a “alma mais honesta deste país”. Argh!

Mas vou lhes dizer uma coisa, caros leitores: Jair Bolsonaro não fica muito atrás, não. O amigão do Queiroz mente com uma desfaçatez e um cinismo capazes de fazer inveja ao “lalau” petista. E nesta quinta-feira (10), durante mais uma de suas “lives” patéticas, mereceu o Oscar do Oscar da cara-de-pau.

Ao anunciar o fim do auxílio emergencial, o tal corona voucher, o aldravão mandou ver: “Vão pedir auxílio para quem tirou seu emprego, para quem falou ‘fique em casa’”. Eu lhes pergunto: é possível ser mais asqueroso que isso?

E continuou, o falacioso: “O Brasil todo parou. Fique em casa, a economia a gente vê depois. Chegou o boleto para pagar a conta aí”. É de tal sorte falsa a afirmação, que chega a enjoar. E o farsante sabe muito bem disso. Faz de propósito, de caso pensado. Uma overdose de omeprazol não segura a gastrite nervosa que isso me dá.

O Brasil jamais parou. Ao contrário. Não à toa estarmos no topo do ranking mundial de contaminados e de mortos. E não parou porque faltou justamente um plano, uma coordenação nacional, tarefa de responsabilidade desse embusteiro negacionista, promotor aloprado de uma droga imprestável, incapaz sequer de manter um ministro efetivo na pasta da Saúde.

A parte (responsável) do mundo que, aí, sim, parou, deixou o descontrole da pandemia após três ou quatro meses. Nós adentramos ao sexto mês e continuamos assistindo a dezenas de milhares de novos casos diariamente. E há meses enterramos mais de mil brasileiros, vítimas de Covid, a cada 24 horas.

A recessão não é brasileira. É mundial! O mais alienado terráqueo sabe disso. Daí me vem esse intrujão dos infernos e, ao invés de explicar os cheques do parceiro miliciano, na conta da esposa, tenta tirar a “busanfa” da reta e culpar prefeitos e governadores opositores pela inflação, desemprego etc, que se avizinham.

Bolsonaro mente tanto, mas tanto, que um dia sofrerá um processo por “plágio político” de Donald Trump, o ídolo do Bananinha, o bolsokid especialista em fritar hambúrguer. E por falar em especialista, onde anda o bolsokid recordista em vender panetones em dinheiro vivo? Aliás, onde anda o outro especialista, o de produzir e espalhar fake news na internet, o tal Carlucho?

Ô familiazinha complicada essa, viu!

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.