Brasil

‘Bolsonaro gosta do cheiro da morte e do dinheiro das rachadinhas’, diz Doria

Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), subiu o tom das críticas ao presidente Jair Bolsonaro após o ex-aliado eleitoral dizer que o tucano não gosta do “cheiro do povo”. Nesta sexta-feira (1º), o paulista reagiu afirmando que Bolsonaro “gosta mesmo é do cheiro da morte, do cheiro da pólvora e do cheiro do dinheiro das rachadinhas”.

Além de aludir à defesa do presidente pela flexibilização de regras para porte e posse de armas, Doria remeteu também à denúncia de que seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), teria comandado esquema de desvio de salários de assessores quando era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Principal antagonista político do chefe do Planalto no enfrentamento à pandemia de covid-19, Doria escreveu, ainda, em sua conta no Twitter que o que chamou de “inoperância” e “negacionismo” do governo federal teriam estimulado a morte de 194 mil brasileiros pela doença. “Presidente: trabalhe mais e fale menos”, encerrou o governador.

Veja também
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio