Bolsonaro favorece oficiais e revolta praças das Forças Armadas

Bolsonaro favorece oficiais e revolta praças das Forças Armadas

Que Bolsonaro gosta de conceder benesses aos militares não é novidade, mas agora está enfrentando uma tormenta com os praças.

Ele concedeu um “penduricalho” aos oficiais na forma do “adicional de habilitação”. Ou seja, o oficial que conclui um curso e muda de patente tem direito a um aumento salarial, mas isso não foi extensivo aos subalternos.

O benefício resulta num aumento de gastos para a União de R$ 1,3 bilhão por ano. Até 2024, o gasto atingirá R$ 8 bilhões anuais, ou seja, R$ 26 bilhões em cinco anos.

E isso com pandemia e tudo, que reduziu salários de milhares de brasileiros. Como protesto, os praças batem panelas na porta dos palácios em Brasília.

Apagando incêndio

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Para acalmar a turma, o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), que vai deixar de ser general da ativa, está se reunindo com líderes das entidades que representam os soldados, para ver o que pode ser feito para a paz voltar às casernas. Como implica em orçamento, deputados participam das conversas.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.