Bolsonaro está sempre na página errada da história, diz senador

Crédito:  Jefferson Rudy/Ag√™ncia Senado

Alessandro Vieira, senador (Crédito: Jefferson Rudy/Ag√™ncia Senado)

A coluna conversou com o senador Alessandro Vieira (Cidadania RS) sobre os mais recentes desatinos do presidente Jair Bolsonaro. Acompanhe trechos da entrevista.

O que o senhor achou da ida de Bolsonaro à periferia de Brasília, desrespeitando a orientação do ministro da Saúde?
Foi um ato de absoluta irresponsabilidade, contrário às orientações de saúde do mundo. Ele sempre está na página errada da história.

Ele está cada vez mais isolado da sociedade?
Claramente ele busca um discurso de vítima do sistema, talvez para justificar sua incapacidade gerencial e política, ou pior, para causar uma ruptura que justifique eventual tentativa de autogolpe.

O presidente pode ser responsabilizado se houver grande mortandade no país?
O gestor sempre terá responsabilidade sobre os resultados do seu trabalho. Ao desprezar os técnicos e a ciência, a responsabilidade será maior.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.