Lives

‘Bolsonaro está condenando à morte vários brasileiros’, diz João Amoêdo em live da IstoÉ

‘Bolsonaro está condenando à morte vários brasileiros’, diz João Amoêdo em live da IstoÉ

João Dionísio Filgueira Barreto Amoêdo, mais conhecido como João Amoêdo, foi o entrevistado da live de Istoé na noite desta sexta-feira (10). Ex-candidato à presidência da República em 2018, em entrevista ao diretor de redação da revista, Germano Oliveira, Amoedo não se furtou ao debate da política nacional e das questões que impedem o crescimento econômico.

Na conversa, ele fez duríssimas críticas ao governo Bolsonaro no combate às crises que o país atravessa: política, econômica e sanitária. Sustentado suas críticas econômicas na sua plataforma de campanha e nas diretrizes do Novo, partido pelo qual disputou o pleito presidencial e que ajudou a fundar, Amoedo sintetiza sua análise sobre o presidente: “Bolsonaro está condenando à morte vários brasileiros com atitudes irresponsáveis no combate à pandemia. Ele atrapalha muito esse processo com exemplos contrários. O líder da Nação deveria dar o exemplo ”

“Bolsonaro errou, integralmente, em quase todas as ações no combate a pandemia de coronavírus”, disse.

“Minimizar o problema, não dar valor a pandemia e achar que era só uma gripezinha, fora os péssimos exemplos como não fazer utilização de máscaras e não montar uma coordenação nacional, foram formas esdrúxulas para conduzir essa crise”, avalia. Faltou primeiro dar a importância necessária ao problema, depois coordenação, seriedade, eficácia e prioridade ao tema”, diz.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

As discordâncias de Amoêdo com o governo Bolsonaro estão muito além que as críticas ao enfrentamento à pandemia. Ele bate pesado no descontrole na capacidade do governo de implementar reformas, que ele acredita ser necessárias para o desenvolvimento do país, como a tributária, administrativa e a política de privatizações. Para ele, “estamos numa tempestade perfeita. Bolsonaro não tem a menor dimensão que as reformas podem mudar as vidas das pessoas”, critica.

Liberal, Amoêdo considera que “economia está sofrendo e vai sofrer mais no pós-pandemia. O governo precisa realmente tomar medidas firmes, fortes e muito rapidamente para a gente poder para retomar o crescimento.”

“O presidente não ajudou em nada e nem queria muito as reformas. Falta ao Bolsonaro convicção, porque ele tem medo de estar prejudicando determinados setores”.

Na live, ele disse que a “incoerência do presidente Bolsonaro não está só do lado econômico, mas também para o lado anticorrupção. A gente tá vendo o contrário do que tinha sido prometido como transparência. A gente tá vendo com a falta de transparência e a própria situação dos filhos. Bolsonaro pratica todos aqueles princípios e valores que a gente tanto criticou no PT”, entende.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

Lives IstoÉ