Edição nº2544 21/09 Ver edições anteriores

Bolsonaro e Ciro no segundo turno

O Ibope acaba de divulgar a sua mais recente pesquisa eleitoral e a notícia é que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) sobe mais 2 pontos percentuais, crescendo de 20% para 22%, consolidando uma posição no segundo turno. Atrás dele, quem se destaca é Ciro Gomes (PDT), que subiu de 9% para 12%, e empata com Marina Silva (Rede) em segundo lugar. Marina estagnou nos 12%, que havia obtido na pesquisa anterior, de 19 de agosto. O tucano Geraldo Alckmin também subiu um pouquinho, de 7% para 9%, e também está no páreo, já que está dentro da margem de erro com Ciro e Marina. O petista Fernando Haddad, que subiu de 4% para 6%, está num pelotão mais atrás. Perto de Alvaro Dias (Podemos), que manteve seus 3%, e de João Amoêdo (Novo), que subiu de 1% para 3%, numa boa reação. Henrique Meirelles (MDB) caiu de 2% para 1%, e praticamente se despede da disputa. Os outros candidatos, como Guilherme Boulos (Psol), Vera Lucia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL), continuam com 1% e continuam sem nenhuma chance. A novidade é que os brancos e nulos caíram de 29% para 21%. Tem mais gente decidindo em que votar. A conclusão que pode se tirar dessa pesquisa Ibope é que Bolsonaro hoje estaria no primeiro turno e a segunda vaga vai ser disputada com unhas e dentes por Ciro, Marina, Alckmin e Haddad. Como Marina sempre morre na praia, é de se esperar o desempenho dos candidatos na propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV. Como Alckmin tem mais tempo que os demais, pode sair favorecido na disputa.


Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.