Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que a lei sancionada na semana passada que limita a incidência de ICMS sobre combustíveis a cerca de 17% provocou uma redução média de 1 real no preço do litro da gasolina no país.

“Hoje vocês estão vendo a gasolina cair em média 1 real no Brasil todo”, disse Bolsonaro em sua transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais.

O presidente afirmou que recebeu mais cedo nesta quinta confirmação do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, de que irá reduzir o ICMS sobre a gasolina no Estado de 34% para 17%, o que provocará uma redução média no preço da gasolina de 1,30 real.

A proposta do ICMS, aprovada pelo Congresso em 15 de junho e sancionada na semana passada por Bolsonaro, não fixa uma alíquota para o ICMS, mas limita a incidência do tributo para alguns setores a aproximados 17% ao carimbá-los como “essenciais”.

Presente à transmissão de Bolsonaro, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, disse que “todos os brasileiros podem observar” que o preço da gasolina já foi reduzido, e afirmou que o governo tem buscado soluções estruturais, como a diminuição de tributos, em vez de recorrer a “canetadas”.

Durante a live, o presidente não fez comentários sobre as denúncias de irregularidades no Ministério da Educação, que teve o ex-ministro Milton Ribeiro preso por um dia na semana passada, nem sobre a renúncia de Pedro Guimarães, aliado próximo, à presidência da Caixa Econômica Federal após acusações de assédio sexual.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5T14S-BASEIMAGE