Bolsonaro despenca e governadores crescem nas redes sociais

Bolsonaro despenca e governadores crescem nas redes sociais

Em pronunciamento na terça-feira, 31, o presidente Jair Bolsonaro tentou romper o isolamento e recuou em seu ataque ao isolamento social, defendendo um amplo pacto nacional contra a crise

Ao confrontar os governadores por conta das medidas de combate ao coronavírus, Bolsonaro acreditava que melhoraria seu desempenho nas mídias sociais, já que ele vinha perdendo seguidores nos últimos tempos.

Seu estrategista, o vereador Carlos Bolsonaro, chefe do gabinete do ódio, começou então a bater em João Doria (SP) e Wilson Witzel (RJ), principalmente — os dois que Carluxo acredita que rivalizarão com o pai em 2022.

Resultado do embate: segundo pesquisa feita pelo Índice de Popularidade Digital (IPD), Bolsonaro caiu 16,8% nas redes sociais. Já os governadores subiram. Doria cresceu 66,1%, Flávio Dino (Maranhão) subiu 54,9% e Witzel, 39,6%.

Apoio

Esses números demonstram que, embora Bolsonaro continue tendo mais seguidores (69,1 de acordo com o IPD), os governadores estão despertando maior interesse das pessoas. Doria cresceu de 10,55 para 17,52; Dino subiu de 12,74 para 19,73; e Witzel aumentou de 9,76 para 13,62. Bolsonaro chegou a ter 89,1 no IPD.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.