Foram condenados, na última quinta-feira (11), os dois acusados de armar uma bomba na entrada do Aeroporto de Brasília em 24 de dezembro de 2022.

George Washington de Oliveira Sousa, que havia viajado do Pará a Brasília para manifestações de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro e foi acusado de montar a bomba que seria explodida no local, foi condenado a 9 anos e 4 meses de reclusão.

Alan Diego dos Santos Rodrigues, por sua vez, recebeu pena de 5 anos e 4 meses de reclusão. Ele recebeu a bomba implantada em um veículo nas imediações do acampamento bolsonarista em frente ao Quartel-General do Exército, próximo ao Aeroporto.

De acordo com o “g1”, os dois ainda foram condenados, pelo juiz Osvaldo Tovani, da 8ª Vara Criminal de Brasília, a pagar multas de R$ 6,4 mil e R$ 11,3 mil, respectivamente, ao Fundo Penitenciário Nacional.

 

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias