Economia

Bolsas de NY fecham em alta, em pregão volátil, com novo recorde do Nasdaq

As bolsas de Nova York fecharam com ganhos nesta terça, 4, após ficarem sem sinal único durante boa parte do pregão. Um dado da indústria americana apoiou os índices acionários, com papéis do setor de energia liderando ganhos, mas investidores também monitoravam as dificuldades para aprovar um novo pacote de ajuda econômica nos Estados Unidos. Apesar de recuar boa parte do dia, o Nasdaq se fortaleceu e atingiu novo recorde histórico de fechamento.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

O índice Dow Jones terminou em alta de 0,62%, em 26.828,47 pontos, o S&P 500 ganhou 0,36%, a 3.306,51 pontos, e o Nasdaq avançou 0,35%, a 10.941,17 pontos.

O mercado acionário abriu sem direção única, devolvendo parte dos ganhos da sessão anterior. O impasse até agora nas negociações em Washington por um novo pacote de estímulos tem chamado a atenção, já que pode dificultar a retomada nos EUA. Ainda pela manhã, porém, o dado mais forte do que o esperado de encomendas à indústria americana apoiou as ações.

Mais adiante, os índices acionários voltaram a piorar, mostrando volatilidade. Entre os setores, o de tecnologia caiu boa parte do dia, contudo terminou em alta. Entre algumas ações importantes, Apple subiu 0,67%, mas Microsoft recuou 1,50%.

Boeing, por sua vez, avançou 1,73%, ajudando o Dow Jones. O setor bancário, por outro lado, caiu, com JPMorgan em baixa de 0,57% e Citigroup, de 0,50%, mas houve alta de 1,13% no papel do Goldman Sachs. O setor de energia se destacou, em dia de alta no petróleo. ExxonMobil fechou com ganho de 2,89% e ConocoPhillips, de 2,53%.

Entre os dirigentes do Fed, Mary Daly (São Francisco) afirmou que podem ser necessários mais estímulos do que o avaliado anteriormente, diante de novos surtos do novo coronavírus em alguns Estados americanos. O NatWest destaca, em relatório, o dado melhor que o esperado e as declarações de Daly como influências no dia de hoje.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea