Economia

Bolsas da Europa sobem com expectativas otimistas por ata do Fed

Os mercados acionários europeus encerraram o pregão desta quarta-feira em alta, com investidores aguardando de maneira otimista a ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano). O clima de apetite por risco venceu as incertezas do continente, representadas pela crise política na Itália e pelas especulações no tocante à saída do Reino Unido da União Europeia. Diante disso, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 1,21%, aos 375,10 pontos.

A expectativa por sinalizações “dovish” na ata do Fed, que será divulgada às 15h (de Brasília), deu tom positivo para as bolsas europeias, apesar das poucas respostas para as crises pelas quais passam alguns países do continente.

Na terça, o até então primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, apresentou sua renúncia ao presidente do país, Serio Mattarella. Nem as tensões envolvendo o poder central italiano foram capazes de pressionar os papéis da bolsa de Milão, onde o índice FTSE MIB encerrou o dia em alta de 1,77%, aos 20.847,07 pontos. A saída de Conte não causa tanta cautela na Itália porque, de acordo com o BBVA, há, agora, “esperanças por um governo mais estável”.

O desempenho do FTSE MIB foi o melhor entre os principais mercados acionários europeus, sem recuos de nenhuma empresa. A Fiat ganhou 3,33%, em meio a especulação de que a companhia poderá retomar negociações sobre uma fusão com a Renault.

Com isso, os papéis da montadora francesa saltaram 3,73%, na bolsa de Paris. Por lá, o índice CAC 40 subiu 1,70%, aos 5.435,48 pontos.

Outra montadora importante, a Daimler, também registrou ganhos nesta quarta-feira, de 1,50%. A companhia é negociada na bolsa de Frankfurt, onde o índice DAX 30 fechou em alta de 1,30%, aos 11.802,85 pontos.

Apesar dos encontros previstos entre o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e outros líderes europeus para negociar a saída do Reino Unido da União Europeia, seguem os temores envolvendo a possibilidade de um Brexit sem acordo. Contudo, pelo menos nesta quarta, eles não deixaram a bolsa de Londres no vermelho. Por lá, o índice FTSE 100 encerrou o dia em alta de 1,11%, aos 7.203,97 pontos.

O índice Ibex 35, da bolsa de Madri, subiu 0,97%, aos 8.701,50 pontos, enquanto o PSI 20, da bolsa de Lisboa, ganhou 0,67%, aos 4.853,19 pontos.