Economia

Bolsas da Europa fecham em alta com perspectivas positivas para recuperação

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta quarta-feira, 5, enquanto investidores seguem monitorando indicadores econômicos e balanços corporativos para tentar entender o ritmo de recuperação após a crise causada pelo coronavírus. O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou com ganho de 0,46%, a 365,16 pontos.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Uma sequência de dados divulgados hoje corroborou a visão de que a retomada está em curso. A IHS Markit informou que o índice de gerentes de compras de serviços (PMI, na sigla em inglês) do Reino Unido subiu de 47,1 para 56,6 em julho, acima do patamar de 50, o que sugere expansão na atividade. Com isso, o índice FTSE 100, referência na Bolsa de Londres, avançou 1,14%, a 6.104,72 pontos.

Também de acordo com a IHS Markit, o PMI composto da Alemanha, que engloba serviços e indústria, avançou de 47 em junho para 55,3 em julho, no maior nível em dois anos. Na zona do euro como um todo, o mesmo indicador saltou a 54,9, superando expectativas, enquanto as vendas no varejo subiram 5,7% em junho ante maio, segundo a Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia. “De forma geral, a retomada europeia permanece acelerada”, avalia o BBH, em relatório.

Nos Estados Unidos, pesquisa da ADP mostrou que o setor privado criou 167 mil empregos em julho, bem abaixo da projeção de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam geração de 1 milhão de postos de trabalho. Por outro lado, houve surpresa na drástica revisão do dado de junho, que passou de 2,3 milhões para 4,3 milhões.

Nesse cenário, o CAC 40, de Paris, ganhou 0,90%, a 4.933,34 pontos, enquanto o DAX, de Frankfurt, registrou alta de 0,47%, a 12.660,25 pontos. No mercado alemão, ação do Commerzbank avançou 4,87%, após resultados trimestrais. Na contramão, o papel da BMW teve baixa de quase 4%, repercutindo o prejuízo de 230 milhões de euros que a montadora reportou no segundo trimestre do ano.

O FTSE MIB, de Milão, avançou 0,64%, a 19.740,20 pontos. Em Madri, o IBEX 35 se elevou 0,26%, a 4.403,01 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 suiu 0,53%, a 4.403,01 pontos.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea