Finanças

Bolsas chinesas caem com fim próximo de medida que restringe vendas de ações


As bolsas chinesas fecharam em baixa significativa nesta quinta-feira, em meio a preocupações com o fim iminente de uma restrição temporária a vendas de ações por grandes acionistas.

O Xangai Composto, principal índice acionário da China, caiu 1,4% hoje, a 3.008,42 pontos, enquanto o Shenzhen Composto, que tem menor abrangência, recuou 1,6%, a 1.930,26 pontos.

Em janeiro, Pequim proibiu, por um período três meses, que grandes acionistas vendessem mais de 1% das ações totais de empresas. A medida entrou em vigor em 9 de janeiro e está prestes a ser revogada, embora autoridades chinesas não tenham anunciado uma data de vencimento específica. Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio