Economia

Bolsas asiáticas fecham em baixa, com incertezas de disputa comercial EUA-China

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta segunda-feira, com investidores assumindo postura cautelosa em meio às incertezas da disputa comercial entre Estados Unidos e China.

Na semana passada, funcionários dos governos americano e chinês se reuniram em Washington para preparar a retomada de negociações entre autoridades de alto escalão dos dois lados, em outubro. A delegação chinesa, porém, cancelou uma visita que faria a propriedades rurais nos EUA, encurtando a viagem.

Além disso, o presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a dizer na sexta-feira (20) que prefere fechar um acordo comercial “completo” com a China, e não apenas parcial.

Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto caiu 0,98% hoje, a 2.977,08 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,91%, a 1.660,06 pontos.

No Japão, não houve negócios nesta segunda devido a um feriado nacional.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng teve queda de 0,81% em Hong Kong, a 26.222,40 pontos, após mais um fim de semana de manifestações populares no território semiautônomo, e o Taiex registrou leve baixa de 0,10% em Taiwan, a 10.919,02 pontos, mas o sul-coreano Kospi ficou praticamente estável em Seul, com valorização marginal de 0,01%, a 2.091,70 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana iniciou a semana em tom positivo, graças ao bom desempenho de ações dos setores de energia, de saúde e imobiliário. O S&P/ASX 200 avançou 0,28% em Sydney, a 6.749,70 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.